22 NET | 24 OiTV | 19 UHF

Capsula

PUBLICIDADE Santa Maria

Resenha: Capitã Marvel

Data de exibição: 11/03/2019
Apresentação: Carol Almeida
Produção: Luiz Fernando Batista
Edição: Lucas Magalhães

Um comentário em “Resenha: Capitã Marvel

    • Primeiramente gostaria de parabenizar pela atração e seu propósito dentro do universo do cinema, TV e séries.

      Referente à resenha do filme Capitã Marvel ……
      Com todo o respeito referente à opinião da apresentadora e da convidada, mas a percepção que extrai desse novo filme da franquia Marvel foi literalmente decepcionante. Só tentando alavancar alguns pontos (comentados junto a outras resenhas na internet) que não vem sendo abordados de uma forma mais aberta e real (prá não dizer como vem sendo jogados prá debaixo do tapete):

      – Roteiro fraco. Muito fraco. Talvez o mais fraco da Marvel.

      – O filme é uma colcha de retalhos. É um vai e volta enfadonho.

      – Brie Larson infelizmente não está bem no papel. Está realmente engessada. Não conseguiu achar o ” time” da personagem. Não empolga!

      – Direção fraca. Foi um grande risco a Marvel dar a 2 diretores sem experiência um filme desse porte. Cenas de ação ruins. E achei que ficou com efeitos muito sem realidade.

      – Tirando Samuel Jackson e Maria Rembau e sua filha…o elenco de apoio não funcionou.

      – O que fizeram com os Skrulls? Meu Deus! Os personagens dão grandes histórias, mas fazer serem bonzinhos e sentar na mesa pra jantar? Ficou pastelão de mal gosto. Fica claro que a Marvel não tem interesse em adaptar a Saga Invasão Secreta tão cedo.

      – Gatinho Goose: Dureza foi ainda a última cena pós-credito. Todas as pessoas na sessão em que assisti lastimaram e saíram resmungando o quanto o filme foi sofrível e decepcionante.

      – Nick Fury perdendo o olho com uma arranhada do gato e o o sujeito ainda ri! Não sente dor ! Não fica triste ! Que isso? ” Ah perdi o olho e achei legal, gente ” ! Que isso ? Foi a gota final de um roteiro pífio. Sem contar o quão seu personagem foi retratado de uma forma imbecilizada tendo como referência os demais filmes em que o seu modo de pessar e agir foram determinantes para as histórias.

      – Sou fã da Marvel (e da DC também), mas acho que o filme Capitã Marvel não conseguiu se localizar em ação e comédia . Tinha horas que vinha um drama com a historia da Carol Danvers. De repente vinha uma piada sem graça. Depois vinha uma ação. Mas tudo assim sem uma edição que encaixa tudo isso.

      Em resumo, dentre os piores e lastimáveis filmes que ambas editoras já produziram esse está um pouco acima de Laterna Verde. As duas produções são a decepção de cada editora.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *